Crimes de estelionato crescem 181,4% no primeiro semestre deste ano

Leia a entrevista do criminalista Caio Padilha ao Jornal Diário de Petrópolis em:


Diário de Petrópolis (diariodepetropolis.com.br)



Roberto Jones – especial para o Diário

Dados do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP-RJ) apontam que, no primeiro semestre de 2022, os crimes de estelionato aumentaram 181,4% em Petrópolis. Somente nos seis primeiros meses deste ano já foram 1.170 ocorrências registradas nas duas delegacias da cidade, enquanto que, no mesmo período do ano passado, haviam sido 416. Os números deste ano já quase ultrapassam o total dos 12 meses de 2021, quando foram registrados 1.292 crimes do tipo.

O advogado criminalista Caio Padilha recomenda que, ao ser vítima de um golpe, é importante registrar ocorrência em uma delegacia de polícia o quanto antes. “Esses crimes deixam rastros e, em alguns casos, é possível encontrar o autor do crime. Mas reaver a quantia vai depender do grau de habilidade do golpista, já que os criminosos costumam sacar imediatamente ou transferir para contas de laranjas, evitando assim o sequestro judicial”, esclareceu. Ele reforçou ainda que esses registros podem ajudar na identificação de organizações criminosas.

Principais golpes

Alguns dos principais golpes digitais aplicados atualmente e citados por Caio são:

- Pix do Whatsapp, quando os criminosos criam um perfil falso e começam a conversar com parentes e amigos, fingindo ser um conhecido com foto e nome e dizendo ter perdido o número antigo para, logo em seguida, começar a pedir dinheiro usando as mais diversas desculpas;

- Boleto falso, onde os golpistas falsificam os dados do credor em boletos aparentemente verdadeiros. Esses credores, muitas vezes laranjas, se passam por empresas reais e o dinheiro cai nessas contas. Geralmente isso acontece de forma digital por Whatsapp ou email;

- Pedido de código de verificação de Whatsapp ou aplicativos bancários por SMS, Whatsapp ou ligação;

- Falso investimento, com promessas de retorno expressivo em criptomoedas. Golpes em pirâmide, onde a pessoa iludida por uma alta rentabilidade acredita estar investindo, mas, na verdade, está perdendo dinheiro.

Cuidado

O advogado reforça ainda que todo cuidado é pouco. “Preserve os dados pessoais como CPF, RG, senhas e informações bancárias. Ative a verificação em duas etapas. Ao pagar boletos, confira se os dados do recebedor estão corretos. Desconfie de produtos muito abaixo do preço e ofertas tentadoras. Pesquise a reputação das lojas e prestadores de serviço. E, na dúvida, não conclua nenhuma transação bancária”, finalizou.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Foram 3 anos e 8 meses até aqui de uma série de omissões do juízo responsável pelo caso. Omissões essas que foram objeto de inconformismo não somente da Defesa, mas também do próprio Ministério Públic